Vitória
+23°C
 
PARTICIPE:
siga o EncontraES no Facebook
siga o EncontraEs no twitter siga o EncontraEs no Google+
Follow Me on Pinterest
 
Vitória
Uma das 3 ilhas-capitais do país.
Cercada pela Baía de Vitória.
4° maior índice de desenvolvimento humano do país.
Maior PIB per capita do país.
 

 

 

Nasceu em 2008 o capixaba Encontra Espírito Santo com a missão de ser o maior Guia de Bairros
e cidades do Espírito Santo.

Todos os bairros de Vitória e cidades ES
“ aqui Capixaba Encontra ”



::MENU::    Prefeitura | Parques |  Restaurantes Vitória | Hotel Vitória | Pousada Vitória |  Telefones Úteis

Foto Panorâmica PR - Foto Paraná

Sobre Vitória

Vitória é a capital do estado do Espírito Santo, na Região Sudeste do Brasil. É uma das três ilhas-capitais do país (as outras são Florianópolis e São Luís). Com uma população de 330 526 habitantes, segundo estimativas de 2011 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a cidade é a quarta mais populosa do estado.

É uma ilha de tipo fluviomarinho. Além da ilha principal, Vitória, fazem parte do município outras 34 ilhas e uma porção continental, perfazendo um total de 93,381 km². Originalmente eram 50 ilhas, muitas das quais foram agregadas por meio de aterro à ilha maior.

Entre as capitais do Brasil, Vitória possui o 4° melhor índice de desenvolvimento humano (depois de Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba) e o maior produto interno bruto per capita.

História

Vitória surgiu devido aos constantes ataques indígenas, franceses e holandeses a Vila Velha, que era a capital da capitania do Espírito Santo. Os portugueses decidiram, então, transferir a capital da capitania para uma ilha próxima ao continente chamada pelos índios de Ilha de Guanaani. A Vila Nova do Espírito Santo, como foi denominada a nova capital, foi fundada em 8 de setembro de 1551. Posteriormente, a cidade teve seu nome mudado para o nome atual, Vitória, em memória da vitória em uma grande batalha comandada pelo donatário da capitania, Vasco Fernandes Coutinho, contra os goitacás.

Em 24 de fevereiro de 1823 a vila de Vitória foi elevada a cidade, mas seu isolamento insular evitava seu desenvolvimento. A partir do ano de 1894, com o ciclo do café, iniciaram-se na ilha diversos aterros nas partes baixas da cidade, alterando a forma da ilha e modernizando-a. Foram construídas após disso diversos bairros, escadarias e foram derrubados casarões. Além disso foi melhorado o saneamento.

Em 1941, surgiu o primeiro cais na capital e, em 1927, a ponte que ligou a ilha ao continente. O porto se desenvolveu. Em 1949, foram feitos mais aterros e foram construídas amplas avenidas. Depois dessas várias mudanças, a cidade tornou-se o maior centro do Espírito Santo. Em 1970, o Porto de Vitória se tornou um dos mais importantes do país, e a capital começou a se industrializar. A modernização da ilha gerou o desaparecimento de quase todos os vestígios da Colônia e do Império na ilha.

Geografia

Seu litoral é bem recortado e, além de larga costa, Vitória possui 40 por cento do território coberto por morros, dificultando o crescimento das áreas urbanizadas do município e fazendo com que o município tenha muitos bairros nobres e as cidades vizinhas, que possuem menor índice de desenvolvimento humano, mais regiões suburbanas.

Clima

O clima da cidade é tropical, com temperatura média anual de 23 °C e ocorrência de precipitações pluviométricas, principalmente nos meses de outubro a janeiro. As temperaturas podem variar muito no inverno, podendo chegar aos 30 °C em épocas de grande seca, e 12 °C quando ocorrem tempestades.

Vitória é uma das cidades mais quentes do estado do Espírito Santo, devido à poluição e à grande aglomeração de prédios, além das várias montanhas na ilha, que bloqueiam o vento sul, que tradicionalmente ocorre em dias frios no estado. Isso faz com que as mínimas da cidade sejam 2 °C mais quentes do que no restante do estado. Outro fator que contribui para isso é o fato de chover 350mm na cidade a menos do que no estado. Essa variação térmica pode ser facilmente notada comparando as temperaturas de Vitória com as da cidade vizinha de Vila Velha, notando-se em todas as épocas do ano, especialmente no inverno, que as mínimas de Vila Velha são de um a três graus celsius menores que as de Vitória e, às vezes, até as máximas são menores um ou dois graus.

Praias

A capital capixaba conta com diversas praias, as quais não são extensas em razão do tamanho da ilha. Entre as mais conhecidas, está a Praia de Camburi, na parte continental da cidade. Com seis quilômetros de extensão, é a maior praia de Vitória, sendo totalmente urbanizada e a mais frequentada pelos turistas e ficando entre os bairros de Jardim da Penha e Jardim Camburi. Atualmente, conta com dois quiosques em funcionamento e cinco em fase de construção, com previsão de entrega para o segundo semestre de 2012.

Demografia

Vitória é a segunda capital brasileira com a melhor qualidade de vida, de acordo com as pesquisas da Fundação Getúlio Vargas, esta mesma instituição de pesquisa também afirma que Vitória é a 9º melhor cidade do Brasil para trabalhar. A capital do Espírito Santo tem a maior renda per capita entra as capitais do Brasil.

Subdivisões

Vitória é subdividida em oito partes em termos, chamadas de regiões administrativas, sendo elas: I - Centro; II - Santo Antônio; III - Jucutuquara; IV - Maruípe; V - Praia do Canto; VI - Continental; VII - São Pedro e; VIII - Jardim Camburi.

Região Administrativa 1 - Centro - Compreende 8 bairros (Centro, Fonte Grande, Forte São João, Piedade, do Moscoso, Parque Moscoso, Santa Clara e Vila Rubim), numa área de aproximadamente 2 201 923 metros quadrados. Essa região caracteriza-se por ser o berço da cidade, fundada em 8 de setembro de 1551. Abriga construções históricas, tem os morros ocupados e resume o que era a capital até o início do século.

Região Administrativa 2 - Santo Antônio - Compreende 12 bairros (Alagoano, Bela Vista, Cabral, Caratoíra, Estrelinha, Grande Vitória, Inhanguetá, Mário Cypreste, Morro do Quadro, Santa Tereza, Santo Antônio e Universitário) numa área aproximada de 4 649 790 metros quadrados. A região abriga, ao mesmo tempo, bairros antigos da capital como Santo Antônio e áreas de urbanização mais recente como o bairro Grande Vitória.

Região Administrativa 3 - Jucutuquara - Compreende 13 bairros (Bento Ferreira, Consolação, Cruzamento, de Lourdes, Fradinhos, Gurigica, Horto, Ilha de Santa Maria, Jesus de Nazareth, Jucutuquara, Monte Belo, Nazareth e Romão) numa área aproximada de 4 376 542 metros quadrados.

Região Administrativa 4 - Maruípe - Compreende 12 bairros (Maruípe, da Penha, Bonfim, Itararé, Joana D'Arc, São Benedito, Santa Cecília, Santa Martha, Santos Dumont, São Cristovão,Tabuazeiro, Andorinhas) numa área aproximada de 5 671 517 metros quadrados. De ocupação antiga, a região guarda um pouco da história da cidade no Museu Solar Monjardim em Santa Cecília.

Região Administrativa 5 - Praia do Canto - Compreende 09 bairros (Barro Vermelho, Enseada do Suá, Ilha do Boi, Ilha do Frade, Praia do Canto, Praia do Suá, Santa Helena, Santa Lúcia, Santa Luiza) numa área aproximada de 5 315 956 metros quadrados. É a região com melhor infraestrutura da cidade, abriga ilhas, praças e praias famosas e tem intensa atividade de comércio e serviços.

Região Administrativa 6 - Continental - Compreende 13 bairros (Antônio Honório, Boa Vista, Goiabeiras, Jabour, Jardim da Penha, Maria Ortiz, Mata da Praia, Morada de Camburi, Pontal de Camburi, República, Segurança do Lar, Solon Borges e Aeroporto) numa área aproximada de 13 007 200 metros quadrados.

Região Administrativa 7 - São Pedro - Localizada na baía noroeste de Vitória, compreende 10 bairros (Comdusa, Conquista, Ilha das Caieiras, Nova Palestina, Redenção, Resistência, São José, Santo André, São Pedro e Santos Reis), numa área aproximada de 3 600 782 metros quadrados. Na região mais carente de Vitória e de povoação mais recente, os bairros surgiram a partir da ocupação do lixão da cidade e da invasão de áreas de manguezal, no final da década de 1970.

Região Administrativa 8 - Jardim Camburi - Localizada ao Norte da Baía de Vitória, a região é formada pelo bairro Jardim Camburi numa área aproximada de 2 605 116 metros quadrados. Abriga parte da mais famosa praia de Vitória, a Praia de Camburi.

Bairros

A capital capixaba conta com 79 bairros distribuídos pela ilha e região continental. Os bairros mais nobres, como Bento Ferreira, Praia do Canto, Enseada do Suá, Ilha do Frade, Ilha do Boi, Jardim Camburi, Jardim da Penha e Mata da Praia, estão situados ao norte e ao leste, e os mais carentes do município à oeste da Ilha de Vitória, tais como: Resistência, Nova Palestina, São Pedro, Estrelinha, entre outros. Outros 3 bairros fazem parte legalmente da cidade, porém são administrados pela cidade vizinha de Serra, são eles: Bairro de Fátima, Conjunto Carapina I e Hélio Ferraz.

Pontos Turísticos

Fundada em 1551, a cidade de Vitória preserva ainda várias formas arquitetônicas da época. São casarios, igrejas, palácios e escadarias, localizadas em sua quase totalidade no centro da cidade.

Palácio Anchieta: construído pelos jesuítas no século XVI, o Palácio Anchieta abriga desde o século XVIII a sede do Governo Estadual. De frente para o mar, com vista para o Porto de Vitória, a construção guarda o túmulo do padre jesuíta José de Anchieta e é uma das sedes de governo mais antigas do Brasil.

Ilha das Caieiras: teve origem com o primeiro donatário da capitania do Espírito Santo, Vasco Fernandes Coutinho, durante a colonização do estado.

Penedo de Vitória: medindo 136 metros de altura, esta montanha-ilha é o símbolo máximo da baía de Vitória

Escadarias de Vitória: a cidade conta com belas escadarias, entre as quais a Escadaria Bárbara Lindemberg, que foi construída no século XX e localiza-se em frente ao Palácio Anchieta.

Capela de Santa Luzia: erguida no século XVI, é a construção mais antiga da cidade.

Molhe de Iemanjá: localizado na praia de Camburi, é um importante ponto turístico de Vitória.

Parque Moscoso: primeiro parque de Vitória, construído no fim do século XIX e inaugurado no ano de 1912.

Índice

Dados

Fundação 8 de setembro de 1551
Gentílico vitoriense
Prefeito(a) Luciano Rezende (PPS)
(2013–2016)

Brasão de Curitiba

Bandeira de Curitiba

Localização

Estado Espírito Santo
Mesorregião: Central Espírito-santense
Microrregião: Vitória
Região metropolitana: Vitória
Municípios:Cariacica, Serra, Vila Velha.

Características geográficas

Área 93,381 km²
População
330 526 hab. (ES: 4º) - est. IBGE/2011
Densidade
3 539,54 hab/km²
Altitude
12 metros
Clima
tropical
Fuso horário UTC-3

Indicadores

IDH 0,856 - elevado PNUD/2000
PIB R$ 22 694 461,310 mil IBGE/2008
PIB per capita R$ 71 407,32 IBGE/2008